Dicas de Saúde e leitura


Fim

10 coisas que você precisa saber sobre a dengue


Autor(s): -
Data de publicação: 06 / 03 / 2019


 

Com a chegada do clima mais quente, a possibilidade do nosso estado viver uma epidemia de dengue aumenta. Por isso, é fundamental que toda a população esteja informada sobre os fatores causadores da doença, principais cuidados a serem tomados para prevenir o problema e o que fazer caso você ou algum familiar contraia a dengue. E para isso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) listou as 10 principais orientações que todo cidadão deve saber sobre a dengue.

1.     O que é?

Dengue é uma doença causada por um vírus.

2.     Como se pega?

A dengue é transmitida pela picada de um mosquito chamado Aedes aegypti. Dengue não é transmitida de pessoa a pessoa, só através do mosquito. O mosquito adquire o vírus quando pica uma pessoa contaminada. Ao picar depois uma pessoa saudável transmite o vírus para essa pessoa.

3.     Como evitar a dengue?

A maneira de evitar a dengue é eliminar o mosquito. O mais importante é procurar acabar com os criadouros dos mosquitos (lugares de nascimento e desenvolvimento das larvas). Todas as pessoas devem cuidar de suas casas e locais de trabalho para acabar com os locais de criação do mosquito.

4.     O que você pode sentir?

Febre; dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores no corpo e nas juntas, cansaço, falta de apetite, enjoo, vômitos. Podem aparecer manchas vermelhas na pele e coceira no corpo. Às vezes, podem ocorrer sangramentos no nariz, nas gengivas, vômitos ou fezes escuros ou com sangue.

5.     O que você deve fazer se achar que pode estar com dengue?

Procurar assistência médica na unidade mais próxima (posto de saúde, saúde da família, UPA, hospital, etc.).

6.     Quais os cuidados que você deve ter se estiver com dengue?

Procurar orientação médica;

Beber muito líquido (água, suco de frutas, soro caseiro, sopas, leite, chá e água de coco);

Ficar de repouso;

Não usar medicamentos sem prescrição médica;

Não usar medicamentos que contenham ácido acetilsalissílico (por exemplo, AAS, entre outros);

Não usar antiinflamatórios (por exemplo, Diclofenaco, Voltaren, Profenid, Feldene entre outros).

7.     O que a pessoa com dengue deve fazer no dia em que a febre diminuir?

Mesmo que já tenha se consultado com médico, no dia da diminuição da febre você deve procurar novamente a orientação do serviço de saúde. A dengue pode se tornar mais grave apenas quando a febre começa a diminuir. O período mais perigoso está nos primeiros dois a três dias depois que a febre começa a desaparecer.

8.     Existem grupos de pessoas que têm risco maior de complicações?

Sim. O grupo de risco para complicações são as crianças e adolescentes com menos de 15 anos, as pessoas com mais de 60 anos, as grávidas, adultos e crianças com doenças associadas (hipertensão, diabete, obesidade ou outras doenças crônicas), pessoas com dificuldade de acesso aos serviços de saúde e incapazes de se cuidarem sozinhas.

9.     O que uma pessoa com dengue pode sentir que indica que deve procurar atenção médica com urgência?

Vômitos que não passam ou com sangue, dor na barriga muito forte e constante, tontura quando muda de posição (deita, senta ou levanta), sangramento pelo nariz, boca ou por qualquer outro lugar, dificuldade de respirar, agitação, muita sonolência, suor frio e diminuição da quantidade de urina (normalmente a pessoa deve urinar pelo menos uma vez a cada 6 horas).

10. A mulher que está com dengue e amamentando seu bebê deve continuar a amamentação?

Sim. A doença não passa pelo leite e o leite é o alimento perfeito para o bebê.