Dicas de Saúde e leitura


Fim

Cólicas

CÓLICAS - As primeiras dores do bebê


Autor(s): Aleitamento.com
Data de publicação: 05 / 03 / 2019


 

Como evitá-las ! ?

1. Ofereça ao bebê somente leite materno até os seis meses de idade, sem administrar água, chás ou qualquer outro alimento. A partir dos seis meses, ofereça de forma gradual outros alimentos, de acordo com a orientação pediátrica, mantendo o leite materno até 2 anos de idade ou mais.

2. Amamente seu bebê assim que ele der sinais de fome. Evite que ele chore e fique agitado devido à demora para receber alimento.

3. Amamente em ambiente calmo, sem ruídos ou distrações. Evite brincadeiras excitantes com o bebê antes e logo após as mamadas.

4. Após a mamada, coloque-o em posição vertical mantendo suas costas apoiadas com a mão e batendo levemente nas costas para que ele arrote, eliminando o ar deglutido durante a mamada, que pode distender o abdômen e provocar cólica.

5. Nunca insista para que o bebê mame mais quando ele já deu mostras de está satisfeito.

6. Às vezes a eliminação de gases e/ou fezes pode aliviar a cólica. Para auxiliar a eliminação, faça exercícios colocando o bebê deitando de costas e flexionando suavemente suas pernas.

7. Se o bebê estiver com uma crise de cólica (chorando muito de forma inconsolável, encolhendo e estimulando as pernas), coloque-o no seu colo deitado de barriga para baixo - "barriga com barriga". Caso, não melhores, coloque uma fralda um pouco aquecida ou uma bolsa de água morna sob a barriga.

8. Acólica raramente persiste depois dos 3-4 meses de idade. Quando o bebê dormir, procure descansar também. Peça que outras pessoas a ajudem a cuidar do bebê se estiver muito cansada.

9. Se, a despeito das medidas acima, seu bebê persistir chorando muito, procure seu pediatra para que ele o examine e o oriente.

10. Se o bebê estiver recebendo mamadeira (prefira sempre o copinho), certifique-se que o buraco do bico da mamadeira não esteja muito grande, caso contrário ele mamará muito rápido e engolirá ar em excesso.

 

 


Autor: Aleitamento.com

Data: 26/3/2003